Duke vs Michigan State: O jogo que definirá o legítimo #1 do ranking

Quando as universidades divulgaram seus respectivos calendários de jogos, todos já sabiam que no dia 14 de Novembro haveria um confronto entre duas potenciais favoritas ao título nacional.

Duke e Michigan State são hoje duas das equipes que mais possuem tradição no college. Além da tradição, possuem dois dos treinadores mais bem sucedidos e alguns dos jogadores mais talentosos, que estarão na NBA em poucos anos ou até mesmo meses.

O jogo terá transmissão para o Brasil nos canais ESPN a partir das 22 hs e é válido pelo Champions Classic, evento realizado anualmente. Além de Duke e Michigan State, Kansas e Kentucky se enfrentarão pelo mesmo torneio, porém, sem transmissão para o Brasil.

Confira nosso preview:

Michigan State: Uma estrela, segundo anistas talentosos e um calouro especial

Não é segredo pra ninguém que Miles Bridges tomou uma decisão surpreendente quando decidiu retornar a East Lansing. Sua decisão colocou a universidade imediatamente como um claro favorito ao titulo nacional em Abril de 2018. Que Bridges é uma estrela não há dúvidas. Não atoa é apontado como um dos principais candidatos a vários prêmios na temporada. Aliás, Bridges começou a temporada muito bem, marcando 20 pontos contra North Flórida e exibindo um arsenal de ferramentas pra vencer as defesas adversárias.

Além de Bridges, Nick Ward, talentoso scorer no low post e Cassius Winston, um armador estilo pass-first, serão os responsáveis por aliviar a pressão sobre Bridges quando a marcação apertar. Josh Langford é outro que parece ter evoluído da última temporada para essa e mostrou por que foi considerado um recruta 5 estrelas da classe de 2017.

Além dos quatro segundo anistas citados, o time titular é completado por Jaren Jackson Jr., um calouro projetado como escolha top 10 no próximo draft e que mostrou ser um defensor de elite no garrafão spartano. Além de defender, Jackson tem um bom arremesso do perímetro. Em sua estréia teve 13 pontos, 13 rebotes e 4 blocks, um desempenho e tanto para um calouro.

Duke: Time de calouros comandado por um senior especial

O time super talentoso de Duke é um dos melhores que já passaram pelas mãos de Coach K. Não resta dúvidas que Marvin Bagley III, Trevon Duval, Wendel Carter e Gary Trent Jr, formam um time de respeito.

Bagley inclusive é o grande destaque de Duke neste começo de temporada. O talentoso ala-pivô marcou 25 e 24 pontos respectivamente contra Elon e Utah Valley e ainda pegou 10 rebotes em ambos os jogos. Desempenho digno de player of the week na ACC, prêmio que recebeu ontem. Trevon Duval foi muito bem nos dois primeiros jogos também, fazendo inclusive um double-double (15 pts e 12 asts).

Mas se tem alguém que deverá chamar a responsabilidade nessa partida será Grayson Allen. Se Miles Bridges é o cara de Michigan State, Allen carrega a mesma responsabilidade pelo lado de Duke. Nos dois primeiros jogos da universidade, Allen teve 22 e 18 pontos respectivamente, mas foi muito mais importante nas bolas de fora, conseguindo média de 66% nos arremessos do perímetro nestas partidas.

Predição

Duas grandes estrelas se enfrentando. Calouros vs segundo anistas. Está claro que é muito difícil de apontar um lado vencedor nesses matchup.

Duke tem um time muito talentoso, porém apenas Allen tem mais de dois anos de experiência no quinteto titular. Já Michigan State tem quatro atletas com pelo menos dois anos de experiência no quinteto e muitos seniors e juniors vindo do banco. Marvin Bagley e Jaren Jackson são os calouros que podem fazer alguma diferença no jogo, mas Bridges e Allen serão as peças chaves pra que alguem saia vencedor.

Palpite: Michigan State 77-73 Duke

Deixe uma resposta