Analisando a conferência Missouri Valley #1 – Primeiras rodadas

Os jogos conferencionais iniciaram e a Missouri Valley, conferência que cobrirei durante toda a temporada, teve seus primeiros jogos. Vamos a primeira análise.

class-mvc

Próximos jogos:

Quarta-feira (04/01)
22h – Loyola (IL) x Northern Iowa
23h – Wichita State x Drake
23h – Southern Illinois x Indiana State
23h – Evansville x Bradley
00h – Illinois State x Missouri State

Sábado (07/01)
17h – Indiana State x Illinois State
19h – Missouri State x Southern Illinois
23h – Bradley x Loyola (IL)

Domingo (08/01)
19h – Northern Iowa x Wichita State
19h – Drake x Evansville

*Hora de Brasília

alize-johnson
Alize Johnson tem quase duplo-duplo de média e é um dos pilares do time

O bom começo de Missouri State

Um dos times mais surpreendentes do país nesta temporada é Missouri State. Com onze vitórias em quinze jogos, os Bears já estão com duas vitórias na conferência. Ambas vieram contra dois fortes times da Missouri Valley: Northern Iowa e Indiana State. As únicas derrotas foram contra times melhores que os Bears: DePaul, equipe da Big East, Air Force, equipe da Mountain West, Valparaiso, uma das melhores mid-majors do país, e USC, equipe que estava invicta até seu último jogo. Duas delas foram por menos de cinco pontos de diferença.

O sucesso da equipe se baseia no bom desempenho de alguns jogadores. Alize Johnson é o cestinha da equipe e tem quase média de duplo-duplo (14.2 pontos e 9.7 rebotes por jogo). O jogador teve dígitos duplos em pontuação e rebotes nos dois primeiros jogos da Missouri Valley, incluindo seu career-high 30 pontos contra Indiana State. O ala-pivô é responsável por 28,3% dos rebotes da equipe, além de contribuir com 18,3% dos pontos. A força física do jogador impressiona e é mais um caso de excelente desempenho vindo de uma Junior College, já que Johnson veio de Frank Phillips College, localizado no Texas. No entanto, apesar dos números, Dequon Miller é o principal jogador do time. O armador tem sido mais voluntarioso nesta temporada e diminuiu sua pontuação, mas controla o ritmo da equipe. Líder em minutos, assistências e roubos de bola do time, Miller está no seu último ano de basquete universitário e é um dos favoritos a compor algum All-Team da conferência.  Ronnie Rousseau III e as bolas de fora de Ryan Kreklow também tem feito a diferença para este bom time treinado por Paul Lusk, que começou sua carreira como assistente de Matt Painter em Purdue e assumiu os Bears em 2011. Dono de um recorde negativo, o técnico pretende fazer sua melhor temporada como técnico e ajudar os Bears a irem ao Torneio.

De acordo com o KenPom, Missouri State é o terceiro melhor time da Missouri Valley, somente atrás de Wichita State e Illinois State, equipes que são favoritas à conferência nesta temporada. Dois números impressionan: a equipe depende muito dos arremessos de média distância, sendo a sexta equipe que mais arremessa dessa distância no país. Além disso, é uma das equipes que menos cede rebotes aos rivais, apenas 31 por jogo, o que o credencia a 15ª melhor marca da nação.

O sonho de voltar ao March Madness, fato que não acontece desde 1999, é real e a campanha desta temporada já é muito melhor que a negativa do ano passado, em que o time teve somente treze vitórias em 32 jogos.

Shooting Club

Nesta seção teremos os melhores chutadores da conferência. A cada post sobre a Missouri Valley, o ranking é atualizado e no final da temporada saberemos quem foi o melhor shooter da conferência. Façam suas apostas!

shooting-club

Senior Tribute

Nesta seção teremos os seniors da conferência. A cada post sobre a Missouri Valley, o ranking é atualizado e no final da temporada saberemos quem foi o melhor senior da conferência. É uma maneira de homenagear aqueles que estão há quatro anos ou mais representando suas equipes nos jogos da conferência. Façam suas apostas!

senior-tribute

Essa foi só a primeira semana da Missouri Valley. A cobertura completa da conferência você só tem aqui no LiveCollegeBR.

Deixe uma resposta