Arizona chegou para ficar na PAC-12

Durante 11 semanas e 19 jogos, não ouvimos muito falar sobre a equipe de Arizona. 

Allonzo Trier estava fora por questão de indisciplina, porém o resto do time dos Wildcats estava indo bem, até excelente algumas vezes, deixaram escapar duas vitórias cruciais, contra Butler e Gonzaga. Neste cenário, havia outras equipes que estavam em maior evidência e acabamos deixando um pouco de lado a equipe de Sean Miller.

Com isso, veio o 20º jogo da temporada, Trier está de volta, e o time de Arizona viaja até Los Angeles para encarar a temida UCLA e acabam vencendo e convencendo pelo placar de 96 a 85.

Esta na hora de falar sobre Arizona.

Os Wildcats já era um time muito bom, mesmo sem o Trier, com o reforço de um dos melhores jogadores da temporada passada, a equipe só ganhou mais força, parece óbvio. Mas vamos ser mais específicos, Lauri Markkanen, apenas um calouro, já se solidificou como um dos melhores do país e não chama tanta atenção como Lonzo Ball e Markelle Fultz. TJ Leaf, outro que ninguém reparou no início da temporada, é o que tem as melhores estatísticas entre todos e com certeza já está na lista para concorrer o prêmio de melhor freshman da temporada e da PAC-12.

Durante seu período em Tucson, Sean Miller, ganhou uma ótima reputação na parte defensiva do jogo, está reputação vem sendo provada nesta temporada, principalmente no quesito rebote, onde o time tem total domínio do seu próprio garrafão. Como equilibrar com o ataque, este é um bom problema para o técnico resolver, se conseguir, com toda certeza Arizona é o melhor time da Conferência.

Uma arma ofensiva que vem chamando atenção desta equipe em específico, são as bolas de 3 pontos e a quantidade de acerto. O time está acertando quase que 43% dos arremessos de longa distância. Jogadores que podemos destacar neste quesito são Markkanen, Rawle Alkins, Kobi Simmons e Kadeem Allen. Com a adição de Trier ao elenco será ainda mais visto esses arremessos acontecerem.

Allonzo Trier dará mais versatilidade ao ataque de Arizona. Na sua estreia no último sábado (21), foram 12 pontos anotados, sete rebotes e quatro assistências. Não são números ruins para uma estreia, porém o que vimos do garoto na temporada passada podemos garantir que muito mais esta por vir. Com apenas sete jogadores na rotação, Trier seria o encaixe perfeito dessa oitava peça e traria um conforto ainda maior no lado ofensivo da quadra.

Arizona possui uma vitória agora contra a equipe que mais vinha sido comentada na PAC-12, fora de casa, podemos dizer com alguma certeza que este time é bom. Arizona ainda não perdeu na conferência e enfrenta Oregon daqui algumas semanas, que também não perdeu, será um jogo para não colocar defeito. Como tudo está se desenhando as duas equipes estarão lutando pelo topo da Conferência e quem ganhar, pode se sagrar campeão da temporada regular.

Com isso os Wildcats chegam com força máxima pela primeira vez na temporada e com 12 jogos de invencibilidade, com toda certeza falaremos muito mais desse time de agora em diante.

Deixe uma resposta