Cinco motivos para acreditar em UCLA

A temporada universitária ainda nem começou, mas algumas equipes já estão se preparando para mais uma temporada que promete ser incrível assim como foi a última.

UCLA, tradicional universidade da Califórnia e detentora de onze títulos nacionais não é exceção. Depois de uma temporada lastimável, em que teve mais derrotas do que vitórias (15-17), vai iniciar a temporada com planos de voltar a ser uma das protagonistas.

A Universidade esteve na ultima semana em turnê pela Austrália para três jogos preparatórios contra uma universidade e dois times profissionais que atuam na liga local (NBL). A UCLA venceu a Universidade de Sydney e o time de Brisbane Bullets e perdeu para o bom time de Melbourne United. Vale lembrar que a Universidade atuou nas regras da FIBA, o que nos impede de fazer uma análise mais profunda. Mesmo assim conseguimos notar CINCO MOTIVOS QUE NOS FAZEM ACREDITAR EM UCLA a partir destes jogos. Veja a seguir:

1º) JOGO OFENSIVO

Com Lonzo Ball e Aaron Holiday jogando na armação, os ataques fluíram com mais velocidade e qualidade de passe. Isaac Hamilton e Bryce Alford tiveram ampla liberdade para pontuar sem se preocuparem com a marcação, devido a boa movimentação dos homens de perímetro. O jogo de transição entre defesa e ataque melhorou muito, com mais rapidez na saída de bola e finalização de jogadas usando o garrafão. A agressividade em direção à cesta melhorou bastante em relação ao estilo de jogo da temporada passada.

2º) JOGO DEFENSIVO

O jogo defensivo de UCLA foi o setor mais criticado na última temporada, permitindo muitos pontos a seus adversários sendo, inclusive, uma das piores da nação. No entanto, notamos que com a adição de Ike Anigbogu, o garrafão ganhou uma presença que antes não tinha para proteger o aro. Aaron Holiday que é um sophomore (segundo anista) mostrou uma evolução muito grande, defendendo muito bem e roubando bolas. Lonzo Ball possui bom tamanho para defender o perímetro e mostrou versatilidade marcando alas e armadores sem ser vencido facilmente.

3º) MUDANÇA TÁTICA

Uma das dúvidas de todos os torcedores da UCLA era como jogaria Bryce Alford. Sendo sua principal característica o arremesso do perímetro e jogando de armador principal, não conseguiu desenvolver seu jogo na última temporada, pois era muito bem marcado e acabava por forçar arremessos além da conta. O técnico de UCLA fez uma alteração que parece ser a melhor opção. Com a chegada de Lonzo (saiba mais sobre ele no prospectando), a situação muda de figura. Bryce Alford é deslocado para jogar de ala-armador e passa a ter mais liberdade, consequentemente seu jogo flui melhor fazendo com que até tenha mais sucesso sendo um pontuador mais eficiente. Vale lembrar que ele foi um dos cestinhas da equipe nessa turnê junto com Hamilton.

4º) OS CALOUROS

Outro bom motivo para os torcedores de UCLA acreditarem no time nesta temporada é a boa performance que tiveram os calouros. Estrearam jogando muito bem, com cestas e muito show em quadra tanto na defesa quanto no ataque.

  • Lonzo Ball mostrou que realmente tem potencial pra ser um dos armadores mais completos da NCAA. Mostrou que sabe armar o jogo e pegar rebotes. No decorrer dos jogos conseguia produzir grandes passes para os companheiros que estavam em ótima posição para pontuar e mostra grande visão de jogo. Foi dos calouros o que mais mostrou nervosismo e por isso teve um aproveitamento muito ruim nos arremessos de quadra.
  • TJ Leaf se mostrou um grande pontuador, se move com facilidade e consegue ter boa capacidade para jogar de costas para a cesta. Seu arremesso da linhas dos 3 pontos foi uma grata surpresa. Possui muitos recursos e mostrou isso nos três jogos. Fez 21 pontos no primeiro jogo e foi o destaque de sua primeira partida como atleta universitário.
  • Ike Anigbogu surpreendeu bastante a todos. Mostrou-se muito bom defensivamente como já disse anteriormente, mas também mostrou que será uma arma ofensiva importante pra equipe. Em um dos jogos conseguiu sete rebotes ofensivos e terminou com dois double doubles em três jogos.

Veja o vídeo a seguir com os highlights dos calouros da UCLA.

5º) OS VETERANOS

Na última temporada a sensação que ficou em quem assistia a partida é de que não houve nenhuma evolução nos veteranos da equipe. Contudo, nessa serie de três jogos, os veteranos da equipe mostraram muita evolução e comandaram o time em todos os aspectos.

Destaque especial para Isaac Hamilton, que vai para seu terceiro ano no time e conseguiu ser um ala muito efetivo pontuando bastante com arremessos do perímetro e infiltrando no garrafão. Junto com Bryce Alford serão sem duvidas os pilares de UCLA nas alas.

No garrafão Thomas Welsh demonstrou um poderio ofensivo impressionante. Tem um ótimo arremesso de pequena distância e um ótimo gancho. Tem excelente técnica de rebotes e bom potencial para se trabalhar no pick and roll. Vai iniciar seu 3º ano na universidade e a margem de evolução ainda é muito alta.

A última temporada foi muito ruim, mas não há motivos para acreditar que isso se repetirá.

Abaixo temos o 3º jogo completo da UCLA.

Deixe uma resposta