College History – A Batalha Por Nevada

Uma das maiores riquezas contidas no college basketball é a quantidade de histórias incríveis que nunca foram contadas para você, querido leitor, que está começando a acompanhar o basquete universitário norte americano. São tantas histórias pra contar que, tivemos a brilhante ideia de criar uma série para colocar todas elas ao seu alcance.

A série denominada College History, irá trazer algumas das histórias mais lendárias que provavelmente você nunca tenha ouvido, além de curiosidades e muitas outras situações que vão levar você a entender a grandeza que existe por trás de uma das maiores ligas de basquete do mundo. Nesta quinta matéria da série, vamos contar como começou uma das maiores rivalidades no college basketball entre UNLV e Nevada.

LEIA TAMBÉM: Gregg Popovich e Seu Início em Air Force
LEIA TAMBÉM: Um gigante adormecido: University of San Francisco
LEIA TAMBÉM: A Incrível História de Larry Bird e Indiana State

O duelo é entre UNLV e Nevada. O vencedor leva o Fremont Cannon (foto), mas isso apenas no football. A rivalidade vem do football. Fremont é o nome do troféu em homenagem ao explorador John C. Fremont e suas expedições por Nevada no século XIX. O vencedor da partida de football dá as cores ao troféu. Navy blue para Nevada e vermelho para UNLV. Até 1999, o time que tinha a posse do canhão poderia atirar após um touchdown. É o troféu mais valioso e o mais pesado em todo o College Football.

Nevada lidera o confronto no football por 25-17 e é dona da maior surra 50-8 em 1991. Mas no basketball a história é outra. UNR (Universidade Nevada, Reno) não é tão expressiva e o mais longe que conseguiu chegar foi no Sweet Sixteen em 2004 no March Madness. UNLV já venceu o torneio nacional em 1990 quando superou Duke com a maior margem da história das finais do NCAA Tournament: 30 pontos. No confronto nas quadras de basquete, UNLV lidera com uma vantagem gigante: 49-19. Pena que a rivalidade não é tão assídua quanto no football.

O nome Rebels surgiu em referência à rebeldia, emancipação, aos não-conformistas contra os Wolf Pack. A University of Nevada surgiu primeiro, no qual é localizada ao norte. UNLV veio depois surgindo ao sul. 28 estudantes iniciaram seus estudos na então University of Nevada em 1957. O nome foi mudado para Nevada Southern University em 1965 e em 1969 para UNLV. Mas a alocação de recursos para UNLV dependia de manejamento de UNR. Então começa a “rebellion” para separar as duas universidades. Surgem os Rebels. O termo “Runnin‘” sem o “g” serve de referência apenas para a equipe de basquete da universidade.

A história dos Rebels não para por ai. A universidade escolheu o “lado errado” na guerra civil e adotou Beauregard (primeiro da foto), o Confederate Wolf, como mascote para rivalizar com Wolf Pack de UNR. Nos anos 70, muitos alunos exigiram a mudança do mascote que foi atendida pelos líderes da universidade, colocado em votação e Beauregard foi banido pelos senadores. Então Rebels passou a ter o sentido de ser contra qualquer tipo de racismo. Os Rebels usaram um soldado colonial da época da independência americana como mascote. Em 1982 um artista chamado Mike Miller conceitualizou o mascote para a realidade de UNLV. Assim nasceu “Hey Reb!”. O engraçado é que Miller vendeu seu desenho por 1,00 dólar.

Portanto, ao ouvir ou ler Runnin’ Rebels, lembre-se da rebellion contra UNR e da superação do racismo.

 

2 comentários sobre “College History – A Batalha Por Nevada”

  1. Pingback: Eric Musselman: melhor técnico mid-major do país? – Live College Brasil

  2. Pingback: College History – Conheça a história de TCU – Live College Brasil

Deixe uma resposta