Confira um resumão da última semana no College Basketball (20/11-26/11)

Obviamente, é muito difícil acompanhar todos os jogos e saber de tudo que está acontecendo no College. Pensando nisso, o Live College vai trazer semanalmente (sempre às segundas-feiras) uma matéria com o resumo de tudo o que de melhor aconteceu na semana anterior de um modo bem simples e legal para o público que está começando a acompanhar o College Basketball.

Tradicionalmente, a semana do feriado de Thanksgiving nos EUA é a que mais proporciona grandes jogos na temporada não-conferencional do College e é nela que acontecem os famosos mini torneios patrocinados por grandes marcas como a Nike por exemplo. Com tantos jogos bons, fica até difícil de colocar tudo num resumo, mas vamos lá!

Confira e deixe seu comentário.

Game of the Week – Saiba qual foi o melhor jogo da semana

#7 Flórida 111-105 #17 Gonzaga – 2OT

Flórida e Gonzaga protagonizaram o jogo mais incrível na semana passada. Duas das equipes mais fortes do College Basketball que disputaram cada posse de bola e jogaram tudo que sabiam, até que no segundo overtime, a universidade da Flórida conseguiu vencer o jogo. O destaque pelo lado da Flórida ficou por conta de Jalen Hudson que marcou 35 pontos (8-12 3pts), e pelo lado de Gonzaga, o senior Johnathan Williams foi o cestinha com 39 pontos. Sem dúvidas esse foi o grande jogo da rodada.

UPSET – Saiba onde e como aconteceu a ZEBRAÇA da semana

#2 Arizona 90-84 NC State

Não tem como esse jogo não ter sido o maior UPSET (zebra) da rodada. Arizona, que era a nº 2 do ranking da AP e amplamente apontada como uma das grandes equipes nessa temporada, caiu de maneira vexatória para NC State, SMU e Purdue de maneira consecutiva nessa semana e ainda viu sua defesa implodir, após sofrer 89 e 90 pontos em duas dessas três partidas. Após isso, Arizona deve sair do ranking da AP, algo que não acontece faz muito tempo.

O jogo mais Louco da Semana (talvez até da história do College)

#25 Alabama 84-89 #14 Minnesota

Alabama e Minnesota fizeram um dos jogos mais loucos da história do College Basketball. Nunca antes na história do basquete universitário norte americano uma equipe havia ficado com apenas 3 jogadores em quadra enfrentando uma equipe completa. Tudo começou com a invasão de quadra dos atletas reservas durante uma briga em quadra. Todos foram expulsos e Alabama ficou com apenas os 5 titulares em quadra. Alguns minutos depois, Dazon Ingram foi ejetado por acumulo de faltas e logo em seguida o calouro John Petty saiu machucado. Com apenas 3 atletas em quadra, o calouro Collin Sexton só não fez chover e quase conseguiu empatar o jogo contra Minnesota construindo uma parcial de 30-22 após a saída de Petty. Simplesmente incrível.

Veja quais foram os atletas que mais se destacaram na semana

Marvin Bagley III – Duke

Semana após semana e Bagley continua aparecendo na lista dos melhores atletas, mas o que Bagley fez nessa semana foi simplesmente incrível. Após passar um jogo inteiro perdendo para o bom time do Texas, Bagley liderou a equipe ao empate e posteriormente a vitória na prorrogação com um desempenho avassalador no garrafão de Texas, que após a saída de Mohamed Bamba ficou completamente desguarnecido. Bagley quebrou o recorde de um calouro na história de Duke marcando 34 pontos na vitória contra Texas. Desempenho Incrível e digno de uma first pick no próximo draft.

Trae Young – Oklahoma

Na semana passada eu já havia citado que Young liderava a nação em assistências por partida, mas nessa semana ele passou a liderar a equipe em pontos também. Numa partida difícil contra Arkansas, Young abriu mão de servir os companheiros e passou a arremessar de todos os lugares da quadra, marcando 28 pontos. No dia seguinte, Young voltou a se destacar marcando 33 pontos contra Portland. No jogo contra Oregon nesse Domingo, Young simplesmente foi fenomenal marcando 43 pontos, seu carrer high na temporada. Young está com médias de 28 pontos e 8.6 assistências por partida na temporada.

Collin Sexton – Alabama

Sexton foi o protagonista de uma das histórias mais incríveis da semana após ficar com mais dois atletas de Alabama em quadra contra o time completo de Minnesota por quase 8 minutos. Aliás, foi nessa partida que Sexton fez seu carrer high com 40 pontos e ainda conseguiu o feito de vencer o time de Minnesota por 30-22 após as saídas dos atletas de sua equipe. Um grande feito que foi reconhecido até por um grande astro da NBA.

Mikal Bridges – Villanova

Um dos grandes nomes da forte equipe de Villanova é Mikal Bridges. Nessa temporada o Junior vem substituindo muito bem a lacuna deixada por Josh Hart, que se formou, e vem sendo o principal atleta da equipe. Bridges foi fundamental na vitória de sua equipe sobre Western Kentucky, Tennessee e Northern Iowa, e ainda vem sendo apontado como um prospecto muito bom para o primeiro round do próximo draft por ser muito atlético, ótimo defensor e um dos melhores atletas de sua conferência no ataque. Olho nele.

 

DeAndre Ayton – Arizona

O único que se salvou da trágica semana de Arizona. Ayton continua mostrando que é uma escolha segura para o topo do draft de 2018 e apesar das três derrotas seguidas de sua equipe, Ayton mostrou evolução e maturidade suficientes para dar um pouco de esperança aos fãs de Arizona. No momento, Ayton possui médias de 20 pontos e 12 rebotes.

Luke Maye – North Carolina

Apesar da derrota para Michigan State nesse domingo, onde Maye marcou apenas 8 pontos, é inegável que com a saída dos principais atletas do time campeão na temporada passada, ele é o principal jogador desse time. Até o jogo contra Michigan State, Maye vinha com médias de 21 pontos por jogo, e isso é ainda mais incrível se lembrarmos que a dois anos Maye sequer tinha uma bolsa de estudos na universidade.

Deixe uma resposta