Do High School para as Olimpíadas: A jornada do recrutamento do USA TEAM

Mike Krzyzewski e outros doze dos melhores jogadores da NBA estão no Rio de Janeiro, em busca da décima quinta medalha de ouro nas Olimpíadas para o basquete dos Estados Unidos.

O elenco é formado por líderes em pontuação, ex-MVP’s e jogadores que combinados participaram de 33 partidas do All-Star Game. Porém antes desses super atletas serem astros da NBA, eram apenas prospectos de high school. Alguns deles como Harrison Barnes e Kyrie Irving sempre estiveram nos radares de grandes universidades, mas Jimmy Butler e Paul George por exemplo, são atletas que percorreram um longo caminho desde os tempos de ensino médio.

Como esses atletas chegaram a esse ponto de representar o TEAM USA, você confere logo abaixo:

  • Cada classe representada, significa o ano em que o atleta se formou no High School.

       Harrison Barnes – Classe de 2010

Harrison Barnes

Harrison Barnes nasceu no estado de Iowa, e entrou em destaque no cenário nacional no verão antes do início do seu junior year no high school, jogando no Ames High School. Naquele ano, Barnes desenvolveu muito o seu jogo com um volume de jogo enorme, melhorou o seu atleticismo e principalmente seus arremessos de longa distância. No meio da temporada, ele já estava entre os recrutas ”cinco estrelas”.

O seu empenho em melhorar ficou claro quando, Barnes praticava com treinadores de universidades desde às seis da manhã, inclusive dando tiros de velocidade em pistas com neve! Barnes era colega de time de Doug McDermott no colegial, acabou indo para North Carolina entre uma batalha dos Tar Heels e Duke. Barnes foi draftado na posição 7 do draft de 2012, depois de duas temporadas na universidade. Já ganhou um título da NBA em sua carreira e recentemente assinou um contrato máximo com o Dallas Mavericks.

       Kyrie Irving – Classe de 2010

Kyrie Irving

Kyrie teve uma carreira de destaque desde a época de high school, foi eleito co-MVP do evento Jordan Brand Classic e foi selecionado para o jogo do McDonald’s All-American. No seus dois últimos anos no colegial, Irving jogou pela St. Patrick’s (N.J.), time que contava com Michael Kidd-Gilchrist no elenco. No seu junior year, já era considerado um potencial ”cinco estrelas”.

Irving, apesar de ser amigo de Harrison Barnes, escolheu a universidade rival para jogar e foi para Duke. Com uma lesão no dedão do pé, ele perdeu 26 jogos da temporada. No draft de 2011, Kyrie foi a escolha de número um, pelo Cleveland Cavaliers. Irving ajudou o Cleveland a conquistar o título nesta última temporada, além de ter sido escolhido para o jogo das estrelas, três das suas cinco temporadas na NBA.

        DeMarcus Cousins – Classe de 2009

demarcus-cousins

Uma das estrelas do time da Universidade de Kentucky em 2009, Cousins durante o colegial estava atrás apenas de John Wall e Derrick Favors na lista de recrutamento. Cousins, já era forte e jogava pesado dentro do garrafão como vemos hoje desde a época em que jogava em sua Prep School.

Depois de uma temporada sob o comando de John Callipari em Kentucky, com médias de 15 pontos e 9.8 rebotes, foi selecionado na posição cinco do draft de 2010. Em seis temporadas na NBA, sua média de pontos é superior a 20.

       Demar DeRozan – Classe de 2008

demar derozan

DeRozan nunca foi um jogador badalado no colegial, estava em uma classe com Jrue Holiday, Tyreke Evans, Greg Monroe e Brandon Jennings, o último inclusive sendo o destaque da classe. Porém depois de ótimas atuações jogando pelo seu time de AAU, terminou ”rankeado” em sexto da classe. DeRozan melhorou muito seu arremesso, criando espaçamento no seu jump shot e finalizando com excelentes enterradas e infiltrações.

Depois de passar um ano em USC, foi draftado em nono lugar no Draft de 2009. Durante sete temporadas na NBA, DeRozan foi selecionado para o jogo das estrelas duas vezes.

       Draymond Green – Classe de 2008

draymond green

Draymond já tinha também um certo potencial durante sua carreira no colegial, liderando Saginaw High, sua escola, para um bi campeonato estadual em Michigan. Foi um jogador muito importante para sua equipe de AAU (Detroit-based The Family) durante o verão, antes de ingressar a Universidade de Michigan State. Melhorou muito seus arremessos de meia distância, jogou os quatro anos na universidade, foi nomeado para o primeiro time da Big Ten no seu último ano, onde teve médias de 16.2 pontos, 10.6 rebotes e 3.8 assistências por jogo.

Green foi draftado na posição trinta e cinco pelo Golden State Warriors em 2012, e desde então vem se desenvolvendo a ser um dos mais versáteis jogadores da NBA. Draymond obteve uma média de 12.6 pontos, 8.7 rebotes e 4.5 assistências nesta última temporada, assinou um contrato de 82 milhões de dólares por cinco anos para permanecer no Golden State.

       Paul George – Classe de 2008

Paul-george

Uma das maiores surpresas desse elenco, falando em questões de high school é o Ala Paul George, um garoto que não estava ”rankeado” durante seus anos de colegial. Natural de Palmdale (Califórnia), jogou AAU com Jrue Holiday no time de Pump N Run. George sempre foi muito magro e não era atlético suficiente. Paul teve vários problemas no seu processo de ingresso a faculdade, e acabou indo jogar em Fresno State, onde jogou por duas temporadas.

Após essas duas temporadas na universidade, Paul George foi draftado na décima posição pelo Indiana Pacers em 2010. Já participou de três jogos das estrelas e em 2013, renovou seu contrato com o time de Indianópolis.

       Klay Thompson – Classe de 2008

klay thompson

Klay era um ala com um enorme potencial, porém fora dos radares de grandes universidades. Era classificado apenas na quadragésima quinta posição de sua classe e o nono entre os alas.

Depois de passar três temporadas na universidade de Washington State, Thompson se elegeu para o draft e foi a décima primeira escolha feita pelo Golden State Warriors. Em cinco temporadas, possui um anel de campeão e já foi selecionado duas vezes para o jogo das estrelas.

       Jimmy Butler – Classe de 2007

jimmy butler

Jimmy se encaixa no perfil de Paul George, com poucas chances e oportunidades na sua carreira no high school, não estava nem entre os cinquenta melhores jogadores do estado do Texas. A sua única oferta de College foi de Sam Houston State. Butler então foi para uma Junior College (faculdades de divisões inferiores) e depois se transferiu para Marquette.

Butler, teve uma melhora fenomenal na universidade, inclusive seu arremesso foi aprimorado com o técnico Buzz Williams, que estava em Marquette naquela época. Jogou por lá em três temporadas até ser a trigésima escolha do draft de 2011 feita pelo Chicago Bulls.

       DeAndre Jordan – Classe de 2007

deandre jordan

Em uma classe recheada de talentos, tais como O.J. Mayo, Kevin Love e Derrick Rose, Jordan era considerado um dos pivôs mais talentosos da classe junto com Pattrick Patterson. Estava ”rankeado” na décima primeira posição da classe.

Como é nativo de Houston, preferiu ficar no seu estado e acabou escolhendo Texas A&M para jogar o universitário. Jogou apenas uma temporada e foi para o draft, sendo selecionado na trigésima quinta posição em 2008.

       Kevin Durant – Classe de 2006

kevin durant

Durant era considerado um fenômeno desde seus primeiros passos em uma quadra de basquete, sempre muito magro, mas com um atleticismo de dar inveja. Com braços compridos, conseguia jogar no poste baixo e levar vantagem sobre os pivôs mais pesados.  Disputou todos os jogos especiais do high school, como Jordan Brand Classic e McDonald’s All American.

Durant tinha oferta de várias universidades, e acabou indo para os Longhorns do Texas. Depois de uma temporada espetacular em Austin, foi selecionado na segunda posição do draft de 2007, atrás apenas de Greg Oden. Liderou a NBA em pontos em quatro temporadas, foi o MVP de 2014 e selecionado sete vezes para o jogo das estrelas.

       Kyle Lowry – Classe de 2004

kyle lowry

Lowry teve que provar que muitas pessoas estavam erradas durante seu tempo no high school, considerado muito baixo para jogar, começou a melhorar seu físico e com isso tinha mais facilidade para infiltrar no garrafão. Com bons arremessos, começou a chamar atenção de algumas universidades.

Lowry escolheu Villanova para ser sua universidade, no seu segundo ano foi o seu melhor na universidade, onde teve médias de 11 pontos e 3 assistências por jogo. Depois de dois defendendo as cores azul e branca, outro time azul da NBA o ”draftou” em vigésimo quarto no draft de 2006, o Memphis Grizzles. Com 30 anos, e indo para a sua décima primeira temporada na NBA, Lowry tem hoje as melhores médias da sua carreira.

       Carmelo Anthony – Classe de 2002

carmelo anthony

Uma criança vindo do estado de Kentucky, onde há boas universidades voltadas para o basquete, Anthony já estava com um foco de luz em cima de sua cabeça, foi jogar em Oak Hill, uma das melhores escolas particulares dos Estados Unidos, estava ”rankeado” na segunda posição de sua classe, atrás apenas de Amare Stoudemire.

Carmelo foi jogar o universitário na fria cidade de Syracuse, onde levou a universidade ao seu primeiro e único título da história. Após um ano jogando, se elegeu para o draft e acabou sendo selecionado na terceira posição pelo Denver Nuggets.

 

 

 

Deixe uma resposta