Fique De Olho #07 – Markus Howard

Em 2014, na tradicional escola preparatória de Nevada, Findlay College Prep, um garoto natural de Chandler no Arizona se destacava por seus arremessos de muito antes da linha do perímetro e chamava a atenção de treinadores do país inteiro por sua incrível capacidade de pontuar apesar de sua baixa estatura. Estamos falando de Markus Howard, sophomore da Universidade de Marquette, e que teve uma grande temporada individual.

Nome: Markus Howard
High School: Findlay College Prep HS
Universidade: Marquette
Altura: 1,81 m (5’11”)
Posição: Armador (PG)
Cestinha nato no High School

Os treinadores de Howard sempre o viram como um shooting Guard no corpo de um point guard. Sua facilidade para pontuar nos três níveis da quadra sempre foi algo notável e surpreendente por causa de sua altura.

Em 3 anos jogando por Perry High School em Gilbert, Arizona, Howard teve uma média de 27,5 pontos por partida, recebendo prêmios individuais em todos os anos. Durante o tempo em que esteve no Arizona, guiou sua equipe as semi-finais em todos os anos. Em seu último ano, se transferiu para Findlay Prep para aperfeiçoar seu jogo e se preparar para o nível universitário. Tendo o arremesso do perímetro como principal arma de seu jogo, recebeu incontáveis ofertas de bolsas de estudo, incluindo Arizona, Arizona State, Oregon e Indiana. No final, acabou optando por Marquette.

LEIA TAMBÉM: Fique De Olho #04 – Ethan Happ
LEIA TAMBÉM: Fique De Olho #05 – Austin Wiley
LEIA TAMBÉM: Fique De Olho #06 – Reid Travis

Melhor do que encomenda

Em Marquette, Howard estreou na temporada como titular da equipe contra uma boa equipe da SEC, Vanderbilt. Digamos que sua estréia não foi nada agradável. Não marcou nenhum ponto e ficou a maior parte do tempo no banco de reservas. A partir daí, Howard começou a se destacar muito vindo do banco nos jogos seguintes e evoluindo consistentemente a cada partida.

A partir de Janeiro, quando começou a temporada conferencional, Howard já era o melhor jogador do time e o cara responsável por comandar as ações da equipe no ataque. Na primeira partida dentro da conferencia contra a forte defesa de Georgetown, foram 23 pontos. Alguns dias depois contra a então numero um do ranking Villanova, foram 21 pontos. No dia 16 de Janeiro, foi a vez de Butler sofrer 26 pontos de Howard. Seu Career High veio no dia 18 de Fevereiro contra a fortíssima Universidade de Xavier em que Howard destruiu na partida fazendo 34 pontos.

Foi também nesta partida que Howard conseguiu o incrível feito de conseguir converter nove bolas de 3 pontos em doze tentativas, seu recorde pessoal na temporada. Alguns dias depois, Howard conseguiu outro Career High, desta vez em assistências, foram nove no total contra a Universidade de Creighton.

Sua universidade conseguiu chegar ao March Madness, graças a boa campanha dentro de sua conferencia, mas foi eliminada logo no primeiro round pela Universidade de South Carolina, que viria a chegar ao Final Four. Howard terminou a temporada em alta na universidade e muito elogiado por toda a imprensa americana.

Com médias de 13,2 pontos, 2,3 assistências e 2,2 rebotes por jogo, o que mais chamou a atenção foi o impressionante aproveitamento de 54,7 % nos arremessos do perímetro, com uma média de 2.6 arremessos convertidos a cada 4.8 arremessos tentados, impressionante não é? E além disso, Howard ainda teve 50,6 % de aproveitamento no geral, tudo isso em 31 jogos pela universidade na temporada.

Ninguém no College Basketball conseguiu um aproveitamento tão grande assim em arremessos do perímetro dado o volume que Markus Howard teve durante a última temporada. Depois de uma temporada excepcional, Markus Howard também foi nomeado para o BIG EAST ALL-FRESHMAN TEAM, uma seleção importante já que ele ficou ao lado de outros grandes freshmen da Big East como Justin Patton, Marcus LoVett e Shamorie Ponds.

Markus Howard foi um dos melhores calouros na Big East
Expectativas para seu Sophomore Year

Infelizmente, sua equipe perdeu peças importantes nesta off season, e não conseguiu ter uma reposição a altura. Apesar disso, ninguém duvida que Markus Howard é o cara que pode levar esse time a grandes vitórias na temporada e depois de grandes números na temporada passada, os outros times da Big East vão ter uma atenção especial com o baixinho abusado de Marquette.

As expectativas sobre a equipe não são tão grandes assim, mas agora um ano mais velho e sem os outros cestinhas da temporada passada de volta, a expectativa é que Howard tenha uma grande temporada com Marquette. Fique de olho nele, pois em breve, Howard pode aparecer na NBA.

Fonte Estatísticas: ESPN / Marquette University

Deixe uma resposta