NBA DRAFT: Confira quais universidades saem com gosto de vitória e derrota após o fim do prazo para retirar o nome do DRAFT

Com o término do prazo para a retirar o nome do Draft da NBA se encerrando ontem, algumas universidades comemoraram e outras se lamentaram muito com as perdas. Então resolvemos fazer uma análise preliminar de alguma dessas equipes e chegamos ao consenso de quais delas saem dessa “Deadline” comogosto de vitória e derrota.

Confira!

AQUELE GOSTINHO DE QUEM VENCEU

AUBURN: Apesar de o programa estar envolvido na investigação do FBI, Bruce Pearl terá três de seus principais graduados de volta com Bryce Brown, Jared Harper e Austin Wiley optando por retornar ao College, e possivelmente colocando a universidade no Top-25 de pré-temporada. Mas nem tudo são flores, já que Mustapha Heron, principal jogador da equipe, também retornou ao college mas pediu transferência para outra universidade.

NORTH CAROLINA: , um dos melhores atletas da NCAA na temporada passada, decidiu voltar ao College depois de alguns treinos com equipes da NBA, e somado ao excelente recrutamento feito pela equipe de Roy Williams, North Carolina pode ter se colocado em uma ótima posição na ACC. Ele teve uma média de 16,9 pontos e 10,1 rebotes na última temporada.

GONZAGA: A universidade da West Coast poderia ter ficado em grandes dificuldades se Rui Hachimura, Killian Tillie e Zach Norvell tivessem decidido partir mais cedo para o nível profissional. Porém todos os três estão de volta, provavelmente colocando Gonzaga entre os cinco melhores times do ranking top-25 na pré-temporada.

FLORIDA: O Gators perderam algumas peças importantes por formatura, mas nenhuma perda seria igualizada como a de seu principal jogador, Jalen Hudson. Porém, ele não contratou um agente e anunciou na terça-feira que estaria voltando para sua última temporada, o que deve ajudar a Flórida a permanecer forte na competitiva SEC.

MICHIGAN: A decisão de Charles Matthews de retornar a Ann Arbor deve diminuir o impacto da saída de Moe Wagner, que se declarou para a NBA e contratou um agente. Matthews teve médias de 13 pontos na temporada passada após ficar de fora uma temporada vindo de transferência do Kentucky.

NEVADA: O Wolf Pack teve que esperar até o último momento da deadline nesta quarta-feira para receber boas notícias sobre os gêmeos Martin, mas valeu a pena. Cody e Caleb Martin levaram Nevada à sua primeira vitória no Torneio da NCAA em mais de uma década e seu retorno – com Jordan Caroline – provavelmente fará do Wolf Pack o favorito para vencer a Mountain West Conference novamente além de colocarem a universidade em todos os rankings possíveis.

Olha a alegria da família do técnico Eric Musselman com o retorno de seus atletas a universidade:

UNIVERSIDADES QUE SAEM COM GOSTO DE DERROTA

VILLANOVA: Os atuais campeões nacionais da NCAA em 2018 terão que defender seu título sem quatro jogadores importantíssimos que saíram para a NBA. Jalen Brunson, player of the year na temporada passada e Mikal Bridges assinaram com o agentes assim que terminou a temporada. O bom desempenho de Donte DiVincenzo no Combine e o anúncio tardio de Omari Spellman fizeram a com que Villanova perdesse outros dois jogadores importantes no titulo nacional passado.

Donte DiVincenzo foi o MOP do último final four

MARYLAND: Os Terps sabiam que eles ficariam sem Justin Jackson após ele ter assinado com um agente. O retorno de Kevin Huerter poderia ter amenizado o golpe, mas o ala de 2,01m optou na quarta-feira por permanecer no Draft, deixando Maryland sem seus dois melhores jogadores. Pelo menos os Terps terão Bruno Fernando, que decidiu voltar para sua segunda temporada.

STANFORD. A decisão de Reid Travis de desistir do Draft da NBA poderia ter sido de alegria para os fãs da universidade de Stanford, mas em vez de ser um dos principais candidatos ao prêmio de Player of the year na Pac-12 em 2018-19, Travis anunciou que se vai se transferir para outra universidade, deixando os cardinals sem sua grande estrela.

NEM AO CÉU, NEM AO INFERNO

BOSTON COLLEGE. Os Eagles perderam Jerome Robinson, o segundo cestinha da ACC, que optou por contratar um agente e permanecer no Draft. Seu retorno teria colocado Boston College como uma das principais equipes na ACC. A boa notícia: Ky Bowman, o quinto melhor pontuador da ACC, decidiu desistir da NBA por hora e retornar ao College.

UCLA: Os Bruins perderam um dos melhores jogadores do país quando o dinâmico armador Aaron Holiday contratou um agente em março e se declarou para o Draft da NBA. A grande perda da UCLA foi compensada, pelo menos até certo ponto, pelas decisões de Kris Wilkes e Jaylen Hands de retornar a Westwood. O calouro Cody Riley, que foi redshirt na temporada passada por causa do furto na China, também volta a UCLA para a temporada 2018/19.

Hands será o principal armador de UCLA na temporada 2018/19

KANSAS: Os Jayhawks tem muito a lamentar pelas perdas de Legerald Vick e Malik Newman, que se declararam para o Draft da NBA e assinaram com um agente. Mas Kansas recebeu boas notícias nesta quarta-feira, quando o pivô Udoka Azubuike anunciou que voltará para sua terceira temporada na universidade em vez de permanecer no draft.

MICHIGAN STATE: Os Spartans certamente sentirão falta de Jaren Jackson e Miles Bridges, após ambos assinarem com agentes e partirem para a NBA. Porém a equipe recebeu boas notícias nesta semana, quando o ala-pivô Nick Ward decidiu voltar para East Lansing para mais uma temporada.

KENTUCKY Os Wildcats mantiveram um, perderam dois. PJ Washington está retornando para  Lexington, com médias de 10,8 pontos e 5,7 rebotes, mas Jarred Vanderbilt e Wenyen Gabriel estão indo para o nível profissional. Treinador Calipari tem outra classe de recrutamento fortíssima chegando e os Wildcats podem estar atrás de Reid Travis que pediu transferência de Stanford. Então eles devem ficar bem.

Deixe uma resposta