Preview da American Athletic Conference – AAC

Uma conferência que surpreendeu muita gente e teve uma equipe campeã em 2013-14. Já se fala de um possível desmanche dessa conferência, caso haja mesmo uma expansão na Big 12.

Em 2016, Temple venceu a temporada regular, enquanto Uconn venceu o torneio da conferência, após uma vitória sobre Memphis por 72 X 58.

aac-standings

Abaixo você confere os destaques e power ranking da conferência:

 

Melhor Jogador

Dedric Lawson – Memphis

1

Depois de uma temporada de freshman fenomenal onde obteve médias de 15.8 pontos por jogo e 9.3 rebotes, Lawson até chegou a entrar no draft da NBA, mas percebeu no combine que precisava ajustar um pouco mais seu jogo para chegar ao nível dos profissionais. Com algumas perdas na equipe de Memphis, com toda certeza, Lawson terá a bola nas mãos e colocará números impressionantes. Não se assustem se terminar a temporada com um duplo-duplo de média.

 

QUINTETO DA CONFERÊNCIA

Troy Caupain – Cincinnati

Rodney Purvis – Uconn

Damyen Dotson – Houston

Dedric Lawson – Memphis

Gary Clark – Cincinnati

Menções honrosas: Jalen Adams (UConn), Shake Milton (SMU), Rob Gray (Houston), Jahmal McMurray (South Florida) e Ben Moore (SMU).

 

Melhor Freshman

Alterique Gilbert – Uconn

2.jpg

Gilbert é um armador de ofício, possui um tremendo controle de bola e uma velocidade invejável. Rápido nas movimentações com os pés, conta também com um atleticismo impressionante.

Consegue trazer a bola bem em transição da defesa para o ataque, ótimo passador e consegue boas infiltrações. Precisa melhorar um pouco seus arremessos de média e longa distância.

 

Melhor Técnico da Conferência

Kevin Ollie – Uconn

3

Um treinador que já foi campeão nacional tem lá seus méritos, porém Ollie sempre está entre os favoritos a levar o título, quem não lembra o que ele fez com aquele time que tinha Shabazz Napier, que não eram tão favoritos e acabaram levando o caneco. Esse ano o treinador conta com uma equipe jovem e com certeza estará figurando entre as principais equipes da conferência e do país.

 

 

Power Rankings

 

  1. Cincinnati Bearcats

NCAA Basketball: Cincinnati at Bowling Green

Em 2015-16: ( 22-11 / 12-6 na AAC)

Os Bearcats contam com a volta de dois dos seus principais jogadores, Troy Caupain e Gary Clark, que serão líderes da equipe tanto dentro como fora das quadras. Contam com a adição de uma transferência vinda de NC State, Kyle Washington, poderá contribuir com a equipe logo no início.

Destaque na equipe também para o sênior Kevin Johnson, que ano passado vinha muitos jogos do banco de reserva e esse ano tem tudo para elevar seus números na folha de estatística. Jacob Evans III teve um final de temporada espetacular, marcando incríveis pontos no torneio nacional e ajudando Cincinnati também no seu torneio conferencional. Deve ser titular da equipe e continuar contribuindo com bons números.

 

  1. Uconn Huskies

5

Em 2015-16: ( 25-11 / 11-7 na AAC)

O time de Uconn inicia a temporada como uma incógnita, devido ao número elevado de freshmans em seu elenco, todos com muito potencial, porém não sabemos como podem se comportar em uma partida com o nível mais alto, que é o college. Esses novatos terão que entrar em quadra e contribuir de alguma forma, para que o time obtenha sucesso nesta temporada.

Se Jalen Adams ou Alterique Gilbert jogarem em alto nível com a adição de Terry Larrier no frontcourt, os Huskies vêm para competir pela coroa da conferência. Mesmo com a saída surpresa de Daniel Hamilton, o treinador Kevin Ollie conseguiu segurar o seu maior cestinha da temporada, Rodney Purvis e também um dos melhores protetores de aro do país.

 

  1. SMU

NCAA SMU Basketball

Em 2015-16: ( 25-5 / 13-5 na AAC)

O talento que SMU possuía na temporada passada permanece em partes, o maior pontuador da equipe, Ben Moore retorna, buscando números ainda mais expressivos. Algumas adições de freshmans na equipe, como Harry Froling. Caso jogue bem e gastar a bola esse time pode ser bem mais complicado de se vencer.

Os Mustangs terão novo treinador nessa temporada, Tim Jankovich. A transferência de Semi Ojeyele que veio de Duke, pode ser importante para a equipe e espera-se bons números do atleta.

 

  1. Houston Cougars

NCAA Basketball: Houston at Connecticut

Em 2015-16: ( 22-10 / 12-6 na AAC )

A equipe busca uma redenção a temporada passada, onde não conseguiu se classificar para o March Madness e teve que se contentar com uma passagem pelo torneio NIT. Vão ter que repor dois nomes expressivos na equipe que eram de Ronnie Johnson e Devonta Pollard.

Se Devin Davis e os novatos jogarem bem e souberem defender o garrafão, acredito que Houston pode ser um elemento surpresa não muito agradável para seus adversários. Jogadores que podemos destacar são; Damyean Dotson que veio transferido de Oregon para essa temporada e dois jogadores que eram novatos na temporada passada que são; Rob Gray Jr. (16 PPG) e Galen Robinson Jr. (3.4 APG).

 

  1. Memphis Tigers

NCAA Basketball: Mississippi at Memphis

Em 2015-16: ( 19-15 / 8-10 na AAC)

Neste time poderemos ver o jogador com um dos maiores potenciais dentro da conferência. Apenas no seu segundo ano na universidade, Dedric Lawson teve números impressionantes como calouro e acabou virando a sensação da equipe dos Tigers. Este ano jogará junto com seu irmão K.J. Lawson, que estará melhorando e fazendo de tudo para seguir os passos do irmão.

Uma transferência que chamou a atenção, foi do ala-armador Christian Kessee que vem de um college não tão conhecido, Coppin State. A equipe conta com um novo treinador vindo de Texas Tech. Apenas nove atletas possuem bolsa de estudos, por isso não se consegue montar uma equipe competitiva.

 

  1. Temple Owls

NCAA Basketball: Fairleigh Dickinson at Temple

Em 2015-16: ( 21-12 / 14-4 na AAC)

Um time que deu certo trabalho na temporada passada e acabou levando o título da conferência. Uma ausência sentida foi a de Josh Brown, que retorna nesta temporada após uma cirurgia no tendão de Aquiles. A equipe conta com bons recrutas e que podem fazer a diferença, são eles; Alani Moore, Quinton Rose e Damion Moore.

A equipe precisa encontrar um maior poder ofensivo, onde o ano passado teve médias abaixo dos 70 pontos por jogo na temporada, neste ano três dos quatros principais pontuadores foram embora.

 

  1. UCF Knights – University of Central Florida

10

Em 2015-16: ( 12-18 / 6-12 na AAC)

Temos nesta equipe um dos jogadores mais legais de se acompanhar no college, o pivô Tacko Fall, que possui nada mais nada menos do que 2,31m. Com isso dito o novo técnico, Johnny Dawkins possui um frontcourt poderoso com o talentos A.J. Davis e Fall.

Contam com a volta de B.J. Taylor após um período sem jogar devido a uma lesão nas costas.

 

  1. East Carolina Pirates

11

Em 2015-16: ( 12-20 / 4-14 na AAC)

O trio formado por B.J. Tyson, Caleb White e Kentrell Barkley tem o talento suficiente para elevar essa colocação de East Carolina, porém o time precisa conseguir ser melhor e no ataque e manter uma consistência na defesa. Jogos na temporada passada onde erros infantis eram cometidos, não podem ocorrer novamente se a equipe está de olho em algum torneio da pós-temporada.

A chave par essa equipe fica então em torno da consistência de vitórias principalmente em sua quadra. A transferência que temos que ficar de olho é Andrew Washington que veio de Wake Forest e já deve ser o pivô titular da equipe.

 

  1. Tulsa Golden Hurricane

12

Em 2015-16: ( 20-12 / 12-6 na AAC)

Vindo de um torneio do March Madness e com vinte vitórias na temporada passada, o técnico Frank Haith possui dez novos jogadores em seu elenco. Sofreu muito com transferências e alunos se formando.

O jogador Junior Etou que veio transferido de Rutgers é esperado para ser titular da equipe logo de cara e contribuir com pontos, formando dupla com Pat Birt que é um dos melhores jogadores da equipe.

 

  1. South Florida

13

Em 2015-16 ( 8-25 / 4-14 na AAC)

Com a perda de quatro jogadores importantes na rotação, a equipe do sul da Flórida fica ainda mais fragilizada e vai brigar para não ficar na última colocação da conferência. Troy Baxter e Jahmal McMurray vão ter que liderar a equipe para que consigam vencer mais do que quatro partidas dentro da conferência.

As transferências de Geno Thorpe que veio de Penn State e Troy Holston Jr. com toda certeza irão ajudar esse fraca equipe na AAC.

 

  1. Tulane

14

Em 2015-16: ( 12-22 / 3-15 na AAC)

Com um novo treinador no time, o experiente ex-jogador, Mike Dunleavy terá alguns talentos a seu dispor para trabalhar essa equipe e lutar para não ser o lanterna da conferência no final da temporada.

Os principais nomes para ficarmos de olho é Malik Morgan e Melvin Frazier.

1 comentário sobre “Preview da American Athletic Conference – AAC”

  1. Pingback: Podcast LiveCollegeBR #5 – Preview SEC e American | Live College Brasil

Deixe uma resposta