Preview para Torneios de Conferências Mid-Majors

Olá olá, estamos chegando no mês mais aguardado do ano. Março sempre chega e com ele os torneios de conferências e o March Madness. Teremos uma cobertura completa no Twitter. Abaixo você confere a previsão feita por Leonardo Sasso, Rodrigo Lazarini e Italo Vieira para o torneio de algumas mid-majors que já começam hoje (27), como é o caso da Atlantic Sun.
Ao longo da semana estaremos postando outras conferências. Fique ligado.

ATLANTIC SUN

Favorito: Florida Gulf Coast

A equipe que surpreendeu nos últimos torneios nacionais, fez uma temporada com 12 vitórias e duas derrotas. Brandon Goodwin, o melhor scorer de FGCU, teve 18 pontos de média. Sem muitas dificuldades, dominou a conferência e estará no torneio do March Madness.

Sleeper: North Florida

Em terceiro na conferência atrás de FGCU e Lipscomb, North Florida, fez uma temporada mediana. Com recorde de oito vitórias e seis derrotas, possui o maior pontuador da conferência, Dallas Moore, com médias de 23.8 pontos por jogo e incríveis 40% na bola de 3 pontos.

Jogador para ficar de olho: Kendrick Ray (Kennesaw State)

Ótimo jogador do perímetro consegue ter um controle de bola impressionante e consegue pontuar facilmente. Foi o segundo maior pontuador da conferências.

Freshman para ficar de olho: Garrett Sams (North Florida)

3º maior cestinha da equipe, é um calouro muito ativo na rotação em uma conferência que é dominada por Juniors e Seniors. Média de 10 pontos por jogo, jogando 24 minutos e contribuindo com quatro rebotes.

asun-bracket

Palpite para a final: Florida Gulf Coast vence Lipscomb

BIG SOUTH

Favorito: UNC Asheville

Dono da segunda melhor campanha da conferência, empatado com Winthrop, UNC Asheville conta Ahmad Thomas, um dos melhores jogadores da conferência e terceiro maior cestinha. Outro nome para ficar de olho é do freshman MaCio Teague (15.5 pts, 4.6 rebs e 2.8 asts por jogo).  O que mais impressiona é que o time tem 22º calendário não-conferencional mais forte do país, em que terminou com oito vitórias em 13 jogos.

Sleeper: Liberty

Terceira melhor campanha da conferência com 14 vitórias em 18 jogos, Liberty chega motivada a conseguir a vaga no March Madness. Com oito jogadores atuando pelo menos 17 minutos por jogo, a equipe aposta no revezamento e na movimentação de bola para vencer seus jogos. Olho no cestinha do time, Ryan Kemrite, que tem 13.6 pontos por jogo. Dois números impressionam: a defesa cede apenas 65 pontos por jogo (34ª melhor marca do país) e com apenas 21 FGs dos adversários por jogo.

Jogador para ficar de olho: Keon Johnson (Winthrop)

O baixinho de Winthrop é aquele scorer que pontua de qualquer maneira. Seus 21.8 pontos por jogo o credenciam como segundo maior cestinha da conferência. Como seu time é um dos favoritos, não custa acreditar que ele levará os Eagles ao March Madness.

Freshman para ficar de olho: Christian Keeling (Charleston Southern)

A campanha de Charleston é uma das piores da conferência, mas não é por falta de talento de seu freshman. Keeling tem 16.9 pontos por jogo e é a principal ameaça dos Buccaneers. Uma corrida para o March Madness parece improvável, no entanto quem duvida do talento do calouro?

whatsapp-image-2017-02-27-at-1-58-26-pm

Palpite pra final e vencedor: Winthrop vence UNC Asheville.

MISSOURI VALLEY

Favorito: Wichita State

Atual número 25 do país, Wichita State sempre é favorita na Missouri Valley. Mesmo com as perdas de Ron Baker e Fred VanVleet, famosa dupla que fez muito sucesso durante os quatro anos de Universidade, os Shockers tem no banco Gregg Marshall, um dos melhores treinadores do College. Só foram quatro derrotas em 31 jogos (Louisville, Michigan State, Oklahoma State e Illinois State). A sequência de vitórias já está em doze, a tendência é que continue. Dez jogadores têm pelo menos 12 minutos por jogo e nove têm ao menos cinco pontos por confronto. A coletividade marca esse bom time, liderado por McDuffie, Shamet e Darral Willis Jr.

Sleeper: Illinois State

Não sei se considero Illinois State sleeper ou uma das favoritas já que apresenta a mesma campanha de Wichita State (17 vitórias e uma derrota). Três jogadores são essenciais para o esquema dos Redbirds – Paris Lee, Deontae Hawkins e MiKyle McIntosh. A certeza é de embate emocionante contra Wichita State, visto que foi uma vitória pra cada lado. Um número impressiona: Illinois State tem a decima melhor defesa ajustada de todo o país. Eles vão precisar e muito dela para vencerem a conferência.

Jogador para ficar de olho: Jaylon Brown (Evansville)

Evansville perdeu seus dois melhores jogadores da temporada passada e a responsabilidade sobre Brown só aumentou, entretanto ele lidou bem com isso. Disparado maior pontuador da conferência com 20.8 pontos por jogo, Brown é a referência de um time que tenta se reconstruir. Não espere ver os Purple Aces no March Madness, mas espere boas atuações de Brown.

Freshman para ficar de olho: Darrell Brown (Bradley)

A campanha de Bradley não é das melhores, como esperado, mas Darrell Brown tem vindo muito bem (12.5 pontos por jogo). Eu apostei em Koch Bar, calouro de Bradley, como o melhor da conferência no preview dela lá em novembro. Acertei o time, mas Brown superou seu companheiro. Olho nele.

whatsapp-image-2017-02-27-at-3-23-15-pm

Palpite pra final e vencedor: Wichita State vence Illinois State.

AMERICA EAST

Favorito: Vermont

Pela primeira vez na história um time conseguiu vencer os 16 jogos da temporada regular conferência. Não tem como considerar outro time favorito, que não seja Vermont. A equipe tem 9º melhor aproveitamento de arremessos de quadra do país com 49.6% e só cinco dos 16 jogos foram vencidos por menos de dez pontos de diferença. Vermont é mais um time que aposta na coletividade – 11 jogadores atuam pelo menos dez minutos e sete têm ao menos seis pontos por jogo.

Sleeper: Stony Brook

Perder seu treinador, Steve Pikiell para Rutgers e seu melhor jogador na história, Jameel Warney, que se formou, parecia ser um duro golpe, no entanto Stony Brook se reergueu e ficou na segunda posição na conferência, vencendo 12 dos 16 jogos.  Olho em Lucas Woodhouse, décimo maior pontuador da conferência e líder em assistências (5.3 por jogo).

Jogador para ficar de olho: Jahad Thomas (UMass Lowell)

A campanha de sua equipe não é tão boa, mas as médias… Thomas tem 18.3 pontos por jogo, nove rebotes e 4.6 assistências. Ele faz tudo em quadra e lidera seu time. Será que somente seu talento será suficiente para uma improvável conquista do torneio?

Freshman para ficar de olho: Anthony Lamb (Vermont)

Lamb começou a chamar minha atenção nos últimos jogos, em que conseguiu duplo-duplos. O sucesso de Vermont passa muito pelo seu desempenho (11.9 pontos e 5.2 rebotes por jogo), que melhorou muito durante a conferência inclusive fazendo seu melhor jogo contra New Hampshire – 26 pontos e 13 rebotes. Olho neste que pode ser o presente e o futuro de Vermont.

whatsapp-image-2017-02-27-at-1-58-26-pm-1

Palpite pra final e vencedor: Vermont vence Albany

NORTHEAST CONFERENCE

Favorito: Mount ST. Mary’s

Mount ST. Mary’s entra com a melhor campanha da temporada regular no torneio da NEC e é a grande candidata ao titulo. Para essa tarefa de vencer o torneio e se classificar para o March Madness, os Mountaineers contam com Elijah Long que é um segundo anista e tem 14 ppg e 4.5 rpg de média. Bom armador, Long deve liderar a equipe como já tem feito durante toda a temporada.

Sleeper: Farleigh Dickinson

Os Knights são os atuais campeões do torneio da NEC e, portanto uma ameaça em potencial para Mount ST. Mary’s, Wagner e LIU Brooklin. Ainda contam com Earl Potts jr. que foi o MVP do ultimo torneio em 2016 e tem em seu Junior Darian Anderson seu melhor jogador e cestinha desta temporada com 16.9 ppg.

Jogador para ficar de olho: Jerome Frink (LIU Brooklin)

Frink foi um dos responsáveis pelo vice-campeonato dos Blackbirds na temporada regular.  Com 17.1 PPG ele foi o cestinha do time e é candidato ao premio de MVP da conferencia.

Freshman para ficar de olho: Keith Braxton (St Francis (PA))

Braxton ganhou o premio de calouro da semana na conferencia varias vezes nesta temporada e é claramente um dos melhores calouros da NEC. Com 13.1 ppg e 8.9 rpg, Braxton se tornou o líder do time de St Francis. O time não deve ir longe, mas pelo menos o calouro tem muito talento para ajudar nos próximos anos a universidade da Pennsylvania.

whatsapp-image-2017-02-27-at-3-25-49-pm

Palpite pra final e vencedor:  Mount ST. Mary’s vence Wagner na final.

OHIO VALLEY CONFERENCE – OVC

Favorito: Belmont

Belmont entra no torneio com muito favoritismo depois de vencer 15 jogos e só perder uma vez na temporada regular da Ohio Valley. O time é liderado por Evan Bradds e Austin Luke que juntos formaram um dos melhores backourts da Ohio Valley.

Sleeper: Murray State

O time de Murray State teve uma temporada muito inconstante, mas é uma universidade que costuma aprontar pra cima das grandes equipes na conferencia. Murray State tem no cestinha do time e da OVC, Jonathan Stark sua grande esperança para chegar longe neste torneio e consequentemente ao March Madness.

Jogador para ficar de olho: Evan Bradds (Belmont)

O Senior Evan Bradds é sem duvidas o cara a ser observado neste torneio. Seu poder de decisão e a sua experiência serão fundamentais para que Belmont chegue mais longe desta vez no torneio da OVC. Com 20.8 PPG e 8.6 RPG é um dos melhores jogadores da Ohio Valley.

Freshman para ficar de olho: Denzel Mahoney (Southeast Missouri State)

Mahoney é o melhor freshman da conferencia de maneira indiscutível. O ala-armador de SMS tem 14.2 PPG e 4.2 RPG sendo, portanto o segundo cestinha do time na temporada.

ovc

Palpite pra final e vencedor: Final entre Belmont e UT Martin com vitória para BELMONT

Deixe uma resposta