Revisão de Dezembro de 2016

Tivemos 1.121 jogos entre as equipes da Division-I em Dezembro. Aqui teremos algumas coisas que aconteceram nesse mês:

Melhores Comebacks:

3º – 06 de Dezembro: #240 Florida Atlantic 79-77 (OT) #24 Ohio State (0,8%)

Ohio State fez uma run de 8-0 e alcançou a liderança por 58-47 com 9:32 restando no relógio. FAU estava rankeada em 256º lugar em eficiência ofensiva, mas mesmo assim fez 14-0 nos Buckeyes, abrindo três pontos de vantagem sobre OSU. Ohio State ainda fez os quatro primeiros pontos na prorrogação, só que Nick Rutherford fez a cesta que deu a vitória aos Owls no segundo final.

2º – 30 de Dezembro: #299 Seattle 80-76 #251 UC Santa Barbara (0,5%)

UCSB chegou a ficar à frente do placar por 20 pontos, 69-49, faltando 9:49 para terminar o jogo, mas em 12 das últimas 13 posses dos Gauchos resultaram em 0 pontos. Seattle produziu 25 pontos contra dois nesse intervalo e abriu vantagem de três pontos. Os Redhawks conseguiram segurar a vitória.

1º – 03 de Dezembro: #286 Abilene Christian 85-82 (OT) #294 Charleston Southern (0,3%)

CSU liderava por 72-63 com 1:20 no relógio para o fim, mas os Bucs fizeram muitas faltas na reta final. Abilene construiu um 11-2 com direito a uma cesta de três de Jovan Crnic para levar para o OT. Os Bucs ainda abriram seis pontos de vantagem na prorragação, mas definitivamente Abilene queria o título de maior comeback do mês de Dezembro.

Biggets Upsets

3º – 31 de Dezembro: #154 Georgia Tech 75-63 #4 North Carolina (6,8%)

É difícil ter um upset tão grande quando começa o calendário conferencional, mas UNC era muito favorita jogando na casa dos Yellow Jackets. Tar Heels fizeram 0,81 pontos por posse, o que foi a pior marca da equipe nesta temporada, além de ser a pior nos últimos 63 jogos contra times da Division I. Deveriam ter tomado cuidado com a defesa de G’Tech. Apesar da campanha não muito boa, o time tinha a 49ª defesa mais eficiente na época.

2º – 11 de Dezembro: #345 Savannah State 93-90 #174 Oregon State (3,9%)

Savannah State mudou seu tempo de posse da água para o vinho. Era um time cadenciado na temporada passada e agora é um time que tende a definir suas jogadas em pouquíssimo tempo. No jogo contra Oregon State, o time teve 74 posses, o que foi o menor número da equipe na temporada. Mesmo assim conseguiu vencer Oregon State.

1º – 06 de Dezembro: #240 Florida Atlantic 79-77 (OT) #24 Ohio State (2,8%)

Florida Atlantic patinou no calendário non-conferencional quase todo, mas venceu Ohio State. Derrotas como a que teve contra SIU Edwardsville ou Texas State antes de enfrentar Ohio State, ou contra Western Kentucky, em casa, depois, jamais dariam ideia de que FAU conseguiria vencer OSU. Ainda mais com tirando déficit de 11 pontos nos últimos dez minutos.

Fastest-paced game

28 de Dezembro: #159 UNC Greensboro 95-87 #313 The Citadel – (90 posses)

O técnico de The Citadel, Duggar Baucom, vai para o terceiro título consecutivo de time com mais posses por 40 minutos em suas seis temporadas.

Slowest-paced game

28 de Dezembro: #53 Houston 62-46 #83 Connecticut – (55 posses)

No primeiro tempo de jogo, UConn tentou 21 arremessos e converteu três; saiu de quadra perdendo por 36-12, o que complicou o restante do jogo. Não é bom quando o time de final de rotação começa o segundo tempo jogando. Pior ainda quando seu field goal é 50% do número de línguas que seu pivô titular fala. A vida dos Huskies não está fácil. Kevin Ollie poderia ter montado um calendário não-conferencional mais fácil para, pelo menos, evitar as críticas de quem só se importa com won-loss record.

Highest scoring game

19 de Dezembro: #237 UMBC 120-111 (2OT) #317 The Citadel

UMBC não chegava a 10+ vitórias na NCAA desde 2009, quando teve campanha 15-17. O mais perto disso foi em 2014: 9-21. 2009 também foi o ano que UMBC conseguiu ficar no top 300. Nesta temporada UMBC está em 195º lugar e com record 11-4, e é o primeiro ano de Ryan Odom no comando. The Citadel está no nosso Highest scoring game pela segunda vez e, claro, perdendo.

Lowest scoring game

11 de Dezembro: #291 Saint Louis 45-43 #338 Chicago State

Se você não consegue fazer pontos em Chicago State, você tem duas opções: ou seu time começa a trabalhar duro na parte ofensiva, ou precisa recrutar jogadores que fazem pontos, urgentemente! Chicago State tomou 1,04 pontos por posse de cada um de seus oponentes até Dezembro. Saint Louis fez 0,75 pontos por posse contra os Cougars.

Most Surprising Team

#4 West Virginia – Os Mountaineers têm uma das melhores histórias da temporada até agora, mas as pessoas querem esperar para ver o peso dessa campanha. WVU jogou apenas quatro vezes contra times top 100 e uma delas resultou em derrota: Temple – que precisa fazer muita coisa para chegar ao torneio da NCAA.

O time de Bob Huggins está em quarto lugar no ranking de Ken Pomeroy e em primeiro no USA Today (até dia 31 de Dezembro). Baseado na margem que o time consegue em suas vitórias, saldo ofensivo e defensivo ajustado e o peso do calendário, o time vai muito bem, obrigado. Pode esperar as vitórias que você quiser, mas no momento temos uma magia pairando nos Mountaineers.

O calendário de Dezembro foi fraco mesmo, mas devemos sempre destacar as vitórias sobre Virginia e Oklahoma State, fora de casa. A equipe lidera a liga em proporção de turnovers forçados e em percentual de roubadas de bola. Aliás, Press Virginia é uma das melhores coisas que você pode ver no College Basketball.

(Outros Most Surprising Teams: 2º #65 Tennessee, 3º #156 Portland State, 4º #160 Northern Kentucky e 5º #158 Canisius)

Most-Disappointing Team

#338 Southern Miss. – Cinco temporadas atrás, Southern Miss estava no torneio da NCAA com a seed #9. Há três temporadas, o time venceu 29 jogos e dividiu título da regular da Conference USA no fim da era Donnie Tyndall. Desde que Tyndall saiu, as coisas por Hattiesburg estão terríveis, incluindo a investigação da NCAA.

Os Golden Eagles estão 3-10 nesta temporada, sendo nove dessas dez derrotas foram por dez ou mais pontos. Apesar de não ser um programa de peso, o time nunca foi tão mal. Hoje ocupam o quarto pior ataque de toda NCAA.

(Outros Most-Disappointing Team: 2º #48 Syracuse, 3º #335 Lafayette, 4º #230 Stephen F. Austin e 5º #42 Ohio State)

Texto original: Ken Pomeroy.

Os rankings e estatísticas do texto são todos do KenPom.

 

Deixe uma resposta