Rick Pitino é demitido de Louisville após denuncias do FBI

Rick Pitino não é mais o treinador de Louisville.

Depois de 16 temporadas consecutivas no comando da equipe, Pitino não resistiu a grande pressão de membros da diretoria da universidade e juntamente com o diretor atlético, Tom Jurich, foram dispensados de seus empregos na manhã desta quarta-feira.

O escândalo

Apesar de Louisville não ter sido citada explicitamente na investigação do FBI sobre a corrupção generalizada no College Basketball, é fácil identificar os Cardinals como a “Universidade-6”, citada em relatórios do Departamento de Justiça. O programa alegadamente trabalhou com a Adidas para “canalizar” US$ 100 mil dólares para que um recruta não identificado se comprometesse com o programa. Apesar de não ter sido citado nominalmente, esse recruta parece ser ala-armador All-American, Brian Bowen.

O relatório também detalha que Louisville já estava trabalhando para garantir um novo pagamento para um futuro recruta. Um treinador Louisville não identificado foi gravado dizendo “temos que ser cautelosos”, lembrando que o programa já estava sendo monitorada pela NCAA.

Louisville estava em “liberdade condicional” com a NCAA

Não é a primeira vez que Louisville é citada em escândalos sob o comando de Pitino e Jurich. Mais notavelmente, o programa foi o centro de um escândalo sexual que surgiu em 2015, sendo acusado de proporcionar festas com strippers para potenciais recrutas dentro do campus.

Apesar de Louisville ter se auto-punido com a não participação em pós temporada em 2016, a NCAA ainda aplicou outras sanções, incluindo uma suspensão para Rick Pitino, que deveria ser cumprida nesta temporada. O programa foi colocado em “liberdade condicional” por quatro anos, uma espécie de observação de conduta. Se confirmado todas as acusações contra Louisville, a punição pode ser a pena de morte (Suspensão do programa de basquete) por tempo indeterminado, uma terrível mancha na história de Louisville.

Após 16 temporadas em Louisville, Pitino conseguiu chegar a três Final Fours e venceu um campeonato nacional em 2013 (titulo retirado como punição do escândalo sexual).

Jurich chegou a Louisville em 2007 e foi o responsável por alguns dos anos mais bem sucedidos para o departamento de atletismo, incluindo uma mudança da universidade para a conceituadíssima conferência ACC.

3 comentários sobre “Rick Pitino é demitido de Louisville após denuncias do FBI”

  1. Pingback: As primeiras consequências para as universidades envolvidas na investigação do FBI – Live College Brasil

  2. Pingback: Rick Pitino e a corrupção no basquete universitário

  3. Pingback: David Padgett é o novo treinador de Louisville – Live College Brasil

Deixe uma resposta