Vivendo o Recrutamento Universitário

 

josh mcdonalds

A emoção que existe no basquete universitário é muito grande, a rivalidade entre universidades de mesmo estado e de mesma conferência ultrapassa o limite das quadras de basquete, e exemplos não nos faltam, mas o que poucos sabem é que muito antes de a temporada se iniciar, existe uma verdadeira “Batalha” por novos atletas. Essa matéria busca contar os últimos passos de um recruta 5 estrelas da classe de 2016, durante os dois últimos meses de seu recrutamento, a fim de mostrar como pode ser interessante acompanhar a trajetória de vida daqueles que virão a se tornar astros na maior liga de basquete do planeta, a NBA.

Dia 12 de Abril de 2016. Foi um dia comum pra maioria das pessoas que gostam de basquete, mas não para três universidades e um garoto chamado Josh Jackson. Um garoto nascido no estado de Michigan e que jogava basquete colegial por uma escola da cidade de Napa na Califórnia chamada, PROLIFIC PREP. e que estava em seu ano senior (Último ano de ensino médio). Ele era até então classificado por todos os scouts como o melhor atleta disponível até esta data. As três universidades em questão eram Michigan State, Kansas e Arizona e ambas haviam oferecido uma bolsa de estudos e disputavam entre si para que Josh Jackson assinasse com elas uma carta de intenções.

Mas afinal de contas o que tem de tão especial no dia 12 de abril de 2016?
Simples, era o dia em que Josh anunciaria por qual universidade ele iria jogar e estudar. Mas antes de dizer qual foi a universidade escolhida, ele passou por um processo que durou longos quatro anos, com muitas visitas a várias universidades, vários jogos por sua escola e muita expectativa desde cedo até chegar o grande dia.

Nos meses que antecederam sua decisão final, suas redes sociais eram bombardeadas por mensagens de fãs que pediam pra que ele escolhesse universidade A ou B, jornalistas e analistas de basquete universitário faziam suposições acerca de qual seria a universidade felizarda, que teria Josh como mais novo calouro; Josh é claro nunca colocou favoritismo em nenhuma delas, apesar de muitos suporem certa vantagem para Michigan State. Ele visitou todas elas, assistiu a jogos e conheceu a estrutura de cada uma. Seu nome era aclamado em cada ginásio que pisava com o objetivo de tentar seduzir o jovem a aceitar a oferta.

Sua visita a East Lansing (cidade em que fica localizada, Michigan State) um mês antes do anúncio foi marcante. Ela aconteceu no ultimo jogo em casa na temporada regular, jogo tradicionalmente chamado SENIOR DAY dia em que MSU venceu Ohio State com uma atuação de gala dos seniors em que cada um ao sair da quadra no final do jogo se deitava sobre o escudo da universidade e o beijava, e eram ovacionados pela torcida local. Josh estava no meio da torcida e comemorava a vitória juntamente com seus amigos de infância. Ao final do jogo o técnico Tom Izzo se virou para Josh Jackson e disse: “Espero que isso tenha te convencido que não há lugar melhor que aqui em Michigan State.”

No dia 11 de abril, Josh havia indicado via twiter que anunciaria a universidade que jogaria e estudaria, uma decisão difícil visto que havia uma universidade (Kansas) com uma tradição gigantesca dentro dos Eua e também havia a universidade (Michigan State) de seu estado natal, com um técnico no hall da fama e que havia recrutado seus principais amigos de infância e uma universidade (Arizona) que vem sendo uma potência no oeste e se mostrou muito forte fazendo excelentes recrutamentos nos últimos anos.

Com a chegada do dia 12, a expectativa pelo anúncio era enorme, muitas apostas de qual seria a escolha eram feitas, no Twitter muitos esperavam pela decisão, que aconteceu a noite. Sua escolha é claro foi muito comemorada pelos torcedores da fanática torcida de KANSAS, contrariando o que muitos pensavam. Um longo processo que demorou 4 anos, terminou com o anúncio de que seria a partir daquele momento um “Jayhawk”.

Como vimos, o recrutamento universitário é uma etapa fundamental para que uma universidade tenha uma temporada melhor e para que haja um bom desenvolvimento dos futuros astros. Vale a pena acompanhar o College Basketball e também o High School Basketball para desde cedo conhecermos os futuros astros da NBA. E para terminar, Josh Jackson está cotado pra ser selecionado no próximo DRAFT da NBA entre as 5 primeiras escolhas de loteria.

3 comentários sobre “Vivendo o Recrutamento Universitário”

  1. Interessante essa matéria sobre o recrutamento n sabia que tinha tanta coisa por trás de uma mera escolha. Vou acompanhar vcs de perto espero que tenha outros posts comentando sobre os novos prodígios e vou ficar de olho nesse cara Josh Jackson

    1. Obrigado Giliarde, seu comentário e muito importante para nós. E sim, nós faremos muitas matérias sobre novos prospectos e tbm sobre o recrutamento das universidades. Isso é só o inicio. Também teremos PodCasts com muitas informações sobre o college.

  2. Pingback: Preview da Conferência BIG 12 | Live College Brasil

Deixe uma resposta